presidente

Fotos

Link para a página da Autarquia no Flirck onde são apresentadas e categorizadas as fotos referentes a iniciativas e eventos levados a cabo pela Autarquia.

Ver Fotografias

Pesquisa rápida
Projecto
Freguesia
Situação
Projecto
Freguesia
Valor
  • Prolongamento da ciclovia junto à EN2 Aljustrel
    -
    Data Conclusão:


  • Centro de documentação local de Aljustrel Aljustrel 1.178.950,39€
    -
    Data Conclusão:


    Foi aprovada a candidatura “Instalação do Centro de Documentação Local de Aljustrel”, apresentada pela Câmara Municipal de Aljustrel, ao Alentejo 2020, no âmbito do PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano.

    Esta intervenção, com um valor de investimento elegível de 1.178.950,39 €, cofinanciado a 70%, caracteriza-se pela reabilitação e adaptação do edifício do antigo Centro de Saúde de Aljustrel num novo espaço de cultura, de conhecimento (inventariação, classificação e investigação), de promoção e divulgação patrimonial e turística.

    O edifício encontra-se devoluto, num elevado estado de degradação e a necessitar de uma intervenção urgente em matéria de reabilitação e readaptação para que possa ter uma utilização pública de âmbito cultural.

    A intervenção tem como base repor o edifício principal existente, demolir os dois acrescentos feitos numa época distinta. No volume principal, orientado a sul, para a Av. 1º de Maio, onde continua a entrada principal do edifício, ficarão localizados todos os gabinetes dos técnicos e respetivos auxiliares ao nível dos recursos humanos necessários para fazerem face ao novo programa deste novo edifício, que contempla um Núcleo de Artes Gráficas e Centro de Documentação.

    Está, também, prevista a minimização das barreiras arquitetónicas com a implementação de sistema mecanizado elevatório para pessoas com mobilidade reduzida e a criação de lugares de estacionamento destinados a pessoas com mobilidade condicionada. As obras preveem ainda a requalificação e arranjo paisagístico da zona envolvente ao edifício.

    O Centro de Documentação integra-se num conjunto de intervenções e numa política coerente de reabilitação urbana e valorização das infraestruturas e equipamentos na ótica do interesse coletivo. A Câmara Municipal procura com estas ações passar a dispor de espaços de reconhecido impacto arquitetónico e patrimonial que reúnam condições únicas e inovadoras de fruição do património aliando a disponibilização do acervo do núcleo e centro de documentação com a utilização das novas tecnologias como elemento diferenciador e potenciador da investigação e do conhecimento.

  • Etar do Carregueiro Aljustrel 54.000,00€
    Data: 03-04-2017
    Data Conclusão: 30-06-2017


    A Câmara Municipal de Aljustrel vai lançar a concurso as obras denominadas “Estação de Tratamento de Águas Residuais” do Carregueiro. As intervenções são financiadas a 85% pelo PO SEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, com um valor estimado de 54 mil euros. O início dos trabalhos deverá ter lugar em Abril. O tratamento das águas residuais (esgotos) e das águas de abastecimento (água potável) é da competência da AgdA - Águas Públicas do Alentejo, SA. Contudo, caso a população da localidade em questão seja inferior a 100 habitantes (para a água potável) e de 300 habitantes (para os esgotos), a responsabilidade reverte para as autarquias, como acontece na localidade do Carregueiro, que têm características eminentemente rurais e onde existe uma população inferior a 100 habitantes. Atualmente as águas residuais desta localidade do Concelho de Aljustrel é tratada numa fossa séptica. A requalificação da ETAR irá permitir melhorar substancialmente o tratamento das águas residuais provenientes da população do Carregueiro, de modo a que possam ser descarregadas nas linhas de água cumprindo todos os parâmetros legais. Tendo em consideração a população equivalente a ser servida pela estação de tratamento, a área disponível e os objetivos de qualidade de tratamento, a solução proposta enquadra-se no tratamento das águas residuais numa ETAR compacta, dimensionada para 75 habitantes equivalentes. Esta ETAR vai assegurar o tratamento dos esgotos produzidos nesta pequena localidade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida desta população e para a preservação da qualidade das massas de água e do meio ambiente, prioridades assumidas pelo município de Aljustrel para todo o concelho, independentemente da dimensão dos aglomerados.

  • Etar Aldeia dos Elvas Messejana 75.000,00€
    Data: 03-04-2017
    Data Conclusão: 31-05-2017


    A Câmara Municipal de Aljustrel vai lançar a concurso as obras denominadas “Estação de Tratamento de Águas Residuais” da Aldeia dos Elvas. A intervenção é financiadas a 85% pelo PO SEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, com um valor estimado de 75 mil euros. O início dos trabalhos deverá ter lugar em Abril. O tratamento das águas residuais (esgotos) e das águas de abastecimento (água potável) é da competência da AgdA - Águas Públicas do Alentejo, SA. Contudo, caso a população da localidade em questão seja inferior a 100 habitantes (para a água potável) e de 300 habitantes (para os esgotos), a responsabilidade reverte para as autarquias, como acontece nas localidade de Aldeia dos Elvas, que tem características eminentemente rurais e onde existe uma população inferior a 100 habitantes. Atualmente as águas residuais desta localidade do Concelho de Aljustrel são tratadas numa fossa séptica. A requalificação da ETAR irá permitir melhorar substancialmente o tratamento das águas residuais provenientes da população da Aldeia dos Elvas, de modo a que possam ser descarregadas nas linhas de água cumprindo todos os parâmetros legais. Tendo em consideração a população equivalente a ser servida pela estação de tratamento, a área disponível e os objetivos de qualidade de tratamento, a solução proposta enquadra-se no tratamento das águas residuais numa ETAR compacta, dimensionada para 75 habitantes equivalentes.

     

  • Requalificação Urbana do Troço Central da Avenida da Liberdade Aljustrel 349 376.82€
    Data: 01-02-2017
    Data Conclusão: 30-06-2017


     

    A Câmara Municipal de Aljustrel vai levar a cabo a empreitada da  primeira fase da Requalificação Urbana do Troço Central da Avenida da Liberdade. Os trabalhos preparativos para a construção de um parque de estacionamento, no centro da vila, já começaram. A obra, adjudicada pelo valor de 349.376,82 euros, é cofinanciada a 85 %, pelos Fundos Comunitários FEDER, Portugal 2020-Alentejo 2020.

    Nesta fase, a intervenção consistirá exclusivamente na edificação de um parque de estacionamento de dois pisos, cujo andar superior se apesentará sem cobertura, situado no logradouro da Casa do Povo, atualmente Serviço Local da Segurança Social.

    O parque de estacionamento, com uma área total aproximada de 1.670 m2, contará com 56 lugares de aparcamento, sendo dois lugares destinados a viaturas de pessoas com mobilidade condicionada e dois lugares específicos para viaturas hibridas, ambos localizados no piso de acesso. Ainda neste piso, complementam as áreas de estacionamentos um núcleo reservado a velocípedes com capacidade para 10/12 unidades.

    A intervenção de regeneração urbana proposta traduz-se numa melhoria das condições de usufruto de um núcleo urbano que, pelas suas características e localização geográfica no contexto da vila de Aljustrel, urge ser intervencionado.

    A obra terá uma duração de 150 dias, prevendo-se a sua finalização para finais do mês de julho.

  • Requalificação Urbana do Bairro Mineiro de São João do Deserto Aljustrel 171.962,51€
    Data: 07-11-2016
    Data Conclusão: 30-04-2017


    Decorrem as obras de Requalificação do Bairro de S. João do Deserto. Esta intervenção, no valor de 162 mil e 228 euros, prevê criar uma zona de estadia e lazer, reorganizar um arruamento de forma a integrar o abrigo de passageiros existente, criar uma zona de estacionamento e estadia afeta ao parque desportivo existente e uma zona de canteiro para plantação de árvores, proporcionando zonas de sombra. A sul, irá criar-se uma bolsa de estacionamento, uma ligação ao parque infantil existente e construir-se um passeio e uma base para assentamento dos ecopontos. Está também prevista a pavimentação de arruamentos e passeios, a plantação de arbustos, a dotação das zonas verdes de rega com automatismo e a melhoria das redes de águas pluviais, bem como a montagem de uma coluna metálica equipada com luminária Led. Já arrancaram igualmente as obras de construção da ciclovia de S. João do Deserto, no valor de 199 mil 524 euros, importante infraestrutura que criará um via ciclável e pedonal entre este bairro mineiro e a vila de Aljustrel. Estas intervenções no Bairro Mineiro de S. João do Deserto realizam-se no âmbito do PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Aljustrel, apoiado pelo Portugal 2020. O município decidiu avançar para a requalificação do bairro de forma a preservar este património mineiro único e porque o seu espaço público é inadequado para o usufruto e qualidade de vida dos residentes, pois encontra-se bastante deteriorado, praticamente não possui espaços públicos de convívio/lazer, regista grandes carências em termos de iluminação pública e mobiliário urbano e possui já alguns edifícios devolutos.

    Carregue Aqui - Acompanhe a evolução da obra através da Galeria Fotográfica

     

     

  • Regeneração Urbana de Ervidel- Qualificação da Praça da República Ervidel
    Data: 02-01-2017
    Data Conclusão: 30-06-2017


  • Corredor Clicável Aljustrel- Bairros Val d’Oca- Algares e Plano Aljustrel
    Data: 01-02-2017
    Data Conclusão: 30-06-2017


  • Qualificação da Zona Envolvente ao Malacate Vipasca Aljustrel
    Data: 01-02-2017
    Data Conclusão: 31-07-2017


    Já iniciaram as obras de requalificação da zona envolvente ao Malacate Vipasca, um investimento de 231 mil e 459 euros, financiados a 85% pelo Portugal 2020. A área intervencionada integra um importante ponto de visitação do futuro Parque Mineiro de Aljustrel, onde se fará o acesso através de elevador ao interior de Galeria Mineira preparada para receber visitas turísticas, pedagógicas e científicas. O projeto prevê o melhoramento das condições de acessibilidade deste espaço e sua envolvente, visto que os atuais acessos pedonais são insuficientes e em alguns casos inexistentes, pelo que a intervenção assentará fundamentalmente na criação de novos passeios em blocos de betão nas zonas circundantes, recolocação de calçada nos passeios existentes, colocação de uma camada de desgaste no betuminoso. Está igualmente prevista a definição de um percurso em betão poroso, que estabeleça a ligação entre os diferentes pontos de interesse e visitação, possibilitando e facilitando assim o acesso a todos os tipos de visitantes, incluindo os que tenham mobilidade condicionada. Na restante área, que corresponderá à zona de estacionamento automóvel, será colocado saibro, devidamente compactado. Os canteiros e zonas verdes serão alvo de limpeza e replantação de forma a permitir o sombreamento de algumas zonas de estadia também previstas. Será criado um pórtico de entrada constituído por gabiões de ferro e pedra que integrarão dois portões de acesso. A intervenção pretende ter um caracter minimalista de forma a preservar o ambiente e paisagem próprios das zonas mineiras. A área de intervenção proposta integra ainda um troço do Corredor Ciclável Aljustrel – Bairro de Vale d' Oca/Algares, que se integra na rede de ciclovias em construção, que estabelecerá a ligação entre os bairros mineiros de Aljustrel.

    

  • Requalificação Urbana do dos Bairros Mineiros do Plano e de Algares Aljustrel
    Data: 15-01-2017
    Data Conclusão: 28-02-2018


    Já tiveram início as obras de requalificação urbana dos bairros mineiros do Plano e Algares, no valor de 404 mil e 678 euros, intervenção realizada no âmbito do Plano de Ação Integrado para as Comunidades Desfavorecidas (PAICD), financiado pelo Portugal 2020. Pretende-se intervir essencialmente na beneficiação da rede viária e pedonal existente, na reformulação das infraestruturas, tendo em vista a melhoraria das condições de mobilidade pedonal e rodoviária, valorizando simultaneamente a qualidade do espaço público, bem como construir um troço de passeio e de ciclovia com o intuito de ligar estes bairros à rede de ciclovias já em construção. A requalificação da área inclui, também, a renovação das redes de infraestruturas existentes, nomeadamente: pavimentação de arruamentos e passeios; rede de abastecimento de águas; rede de drenagem de águas residuais; rede de drenagem de águas pluviais; rede de telecomunicações e rede elétrica e iluminação pública, iniciada anteriormente e já em fase de conclusão. Estas intervenções melhorarão sobremaneira a qualidade de vida dos habitantes destes bairros, património inestimável ligado à história mineira de Aljustrel.

    Carregue Aqui - Acompanhe a evolução da obra através da Galeria Fotográfica

     

BANNER_GuiaComercialEmpresarialcomunicacaoleituraPM01banner_MapaConcelhoBanner Site Autarquicologo_portal_cidadaobanner_contactos
   Inalentejo - Qren - CCDR-A       COMPETE - Programa Operacional 
Factores de Competitividade    Qren - CCDR-A       União Europeia